First Day in Rio! / O primeiro dia no Rio!

Hi guys!
After a few days I finally got the time to come back in here to tell you more about my stay in Rio de Janeiro.

This past week was a bit crazy. Lot’s a things to do at the office (which is very good, by the way), as we are preparing a cultural event about Portugal, here in São Paulo. I usually write at lunch time, but even that was completely impossible, for I’ve been dedicating my time applying for interesting jobs, preferable creative ones, that allow me to write even more.

But this is not our theme is it?
I interrupted the tale of my stay in Rio de Janeiro.

“Welcome to the Wonderful city” I said when I arrived to the beach, more precisely at post 9 of Ipanema beach. On the left side we could see Arpoador, and on the right side the Morro dos dois irmãos. Way on the horizon some islands. Obviously, the first thing that I did was to take some pictures. I put my foot on the water and observed everything around me. I was extremely pleased with the money I spent to come to Rio, it was worth it just because of the view. Then I was satisfied. I put my towel in the sand and lay down to get some suntan. There I stayed for quite a while. Somewhere near there was beach stand with a Benfica flag, a Portuguese football team. I don’t pay attention to football, but I must confess it made me kind of happy to see that Portugal is everywhere. Whether I like it or not, Benfica is a part of Portugal. But don’t despair Porto fans. When I went to Ubatuba, a bit south from Rio de Janeiro, I saw Porto’s flag in a store. Turned out, the owner was Portuguese and most proud of Porto. So, as you see Portugal in everywhere, even in Ubatuba!

As you probably know, everything is for sale at the beach, including pauréus, which I cleverly called piréus. Is simpler, more easy to say and memorize, and it makes people laugh. Bea was immediately thrilled and we had a good bargain for some piréus. The first souvenirs were bought!
In the meantime, Bea spent all her time in the water with me watching our stuff, until she disappeared. I didn’t panic, but thought about calling the police. She was swimming and she forgot to turn over and eventually she went too far. After a while she finally showed up saying: “Sorry, I kept swimming!”
“No worries! I didn’t call the police anyway!”

Then we were hungry. We went to a minuscule market to buy lunch and we returned to the hostel to leave our things in the room and to cook. We took that time to study the map and organize our visit. We decided then to go the Botanic Garden, near the lake. We took another bus to get there and it was, again, crazy! From that point I officially decided to not complain anymore about the horrific driving habits of the habitants of São Paulo.

Now, about the botanic garden: first of all it’s huge and very well preserved. There were trees quite old there, and each one more beautiful than the next. Bea and I spent three hours there, laughing the whole time for lots of reasons. One of the paths was named with her surname, which I’m not going to say here. Then we saw Christ for the first time, the statue I mean, not like his spirit or something! Considering that we actually saw his back, we decided that the most important part of Christ was his ass. And so, forever and ever, I will recall that I saw Christ’s ass for the first time and enjoyed it quite a lot!
And then the most fun part. I’m going to tell you about this little joke but I must warn you that you will not find it as amusing as we did because you simply weren’t there. Bea sat down in a tree root and I took the opportunity to take a picture. I programmed the timer of the camera, put it in its right position and ran towards Bea to sit down beside her. As I sat down, I fell on my back and rolled on the floor with my legs up in the air (not forgetting to add the detail that I had a dress on). I laughed like a crazy person and, when I went to check on the camera, Bea and I laughed vigorously. In the picture we can see Bea looking at me laughing because I was falling from the root, and me with my legs up, laughing, and trying to get up.
Best picture ever guys! Now, I impatiently wait for Bea to send the picture to me, so I can put it on my laptop desktop of work. I will add something like “Hi, I’m your desktop and I love you. Just for you to remember!”

Oh God, this post is getting huge! I suppose one post is not enough to tell you about my first day in Rio. I promise tomorrow I will continue.

All the best.

Ana

Olá Pessoal!

Depois de tantos dias, finalmente consegui voltar aqui ao blog para vos contar as aventuras da minha estadia no Rio de Janeiro.

A semana passada foi um pouco louca. Há imensa coisa para fazer no escritório (o que é excelente, claro), pois estamos a preparar um evento cultural sobre Portugal, aqui em São Paulo. Normalmente escrevo na minha hora de almoço, mas até a essa hora foi completamente impossível, pois tenho dedicado o meu tempo a candidatar-me a vagas de emprego, de preferência a posições criativas, que me permitam escrever ainda mais.

Mas este não é o tema pois não?
Interrompi o conto sobre a minha estadia no Rio de Janeiro.

“Bem vindos à cidade maravilhosa!”, disse eu quando cheguei à praia, mais precisamente ao posto 9 da Praia do Ipanema. Do lado esquerdo podíamos ver o Arpoador, e do lado direito o Morro dos dois irmãos. Lá no horizonte algumas ilhas. Obviamente que a primeira coisa que eu fiz foi tirar fotografias. Pus o meu pé na água e observei tudo o que se encontrava à minha volta. Fiquei extremamente satisfeita com o dinheiro que gastei para vir ao Rio, valeu a pena só por aquela vista. E fiquei satisfeita. Pus a minha toalha na areia e deitei-me para apanhar um pouco de sol. E lá fiquei por um bom bocado. Algures ali perto estava uma barraca de praia com uma bandeira do Benfica, uma equipa de futebol portuguesa. Não presto atenção a futebol, mas tenho de confessar que fiquei contente por ver que Portugal está em todo o lado. Quer goste quer não, o Benfica faz parte de Portugal. Mas não desesperem fans do Porto. Quando fui a Ubatuba, a sul do Rio de Janeiro, vi uma bandeira do Porto numa loja. Viemos a descobrir que o dono era português e que tinha muito orgulho no Porto. Portanto, como vêem, Portugal está em todo lado, mesmo em Ubatuba!

Como já devem saber, vende-se de tudo na praia, incluindo pauréus, que engenhosamente passei a chamar de piréus. É mais simples, mais fácil de dizer e memorizar, e faz as pessoas rir. A Bea ficou imediatamente entusiasmada, e fizemos um bom negócio. As primeiras souvenirs foram compradas!
Entretanto, a Bea passou o tempo todo no mar e eu a guardar as coisas, até que ela desapareceu. Não entrei em pânico, mas pensei seriamente em chamar a polícia. Ela foi nadar e esqueceu-se de voltar para trás e acabou por ir quase até ao fim de Ipanema. Depois de algum tempo finalmente apareceu a dizer “Desculpa, continuei a nadar!”
“Não há problema, eu nem chamei a polícia nem nada!”

Ficámos com fome. Fomos a um Mercado minúsculo para comprar almoço e voltámos ao hostel para deixar as coisas no quarto e para cozinhar. Aproveitámos aquele tempinho para estudar o mapa e organizar a visita. Decidimos ir ao Jardim Botânico, perto do lago. Apanhámos outro autocarro e foi, novamente, a loucura! A partir daquele momento, eu decidi, oficialmente, parar de me queixar dos hábitos de condução horríveis dos habitantes de São Paulo.

Agora sobre o Jardim Botânico: primeiro, é enorme e muito bem preservado. Estão lá árvores muito antigas, e cada uma mais bonita que a outra. A Bea e eu estivemos lá 3 horas, a rir o tempo todo, pelas mais variadas razões. Um dos caminhos tinha o apelido da Bea, que não vou revelar. Depois vimos o Cristo pela primeira vez, a estátua quero eu dizer, não foi tipo o espírito ou algo do género. Considerando que o vimos de trás, decidimos que a parte mais importante do Cristo era o rabo. Então, para todo o sempre eu vou-me lembrar que vi o rabo do Cristo pela primeira vez e que gostei imenso!

E agora a parte mais divertida. Vou-vos contar uma pequena piada, mas devo avisar-vos que não a vão achar tão divertida como eu e a Bea, porque não estavam lá. A Bea sentou-se numa raiz de uma árvore, então aproveitei a oportunidade para tirar uma fotografia. Programei o temporizador da máquina, pu-la na posição correcta e corri em direcção à Bea para me sentar ao lado dela. Ao sentar-me, caí de costas e rolei no chão com as pernas no ar (não esquecendo o pormenor de que estava de vestido). Ri-me como uma doida e, quando fui verificar a câmara, eu e a Bea rimo-nos vigorosamente. Na fotografia podemos ver a Bea a olhar para mim porque estava a cair da raiz, e eu com as pernas para cima, a rir, e a tentar levantar-me.
A melhor fotografia de sempre! Agora espero impacientemente que a Bea me mande a fotografia para eu poder pô-la como ambiente de trabalho do meu portátil. Vou acrescentar algo parecido com “Olá eu sou o teu ambiente de trabalho e gosto muito de ti. Só para te lembrares!”

Uou! Este post está enorme! Está visto que um post não é suficiente para relatar o primeiro dia no Rio. Prometo que amanhã continuo.

Tudo de bom.

Ana

Advertisements

Published by

anavingada

I'm dreamer and a writer. Changing the world is my greatest ambition. I studied International Relations and I love everything related to the environment and animal species. I never miss a chance to travel feel the adrenaline of trying on new things. Dancing is my hobby and Capoeira is my passion. Chocolate and movies are my addictions. Life is a challenge! "Laughter is timeless, imagination has no age, and dreams are forever." Walt Disney

One thought on “First Day in Rio! / O primeiro dia no Rio!”

  1. Não continues que já está o climax do Rio: tu de pernas para o ar com uma tartaruga a tentar virar-se e eu a rir-me que nem um perdida e um câmara que estava programada para fotografar o momento!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s